Tachos&Porcelanas e o último símbolo budista usado nas porcelanas da Dinastia Ming: a “Sombrinha ou o Guarda-Chuva”

A sombrinha ou guarda-chuva (Chhatra)

Da mesma forma que uma sobrinha protege as pessoas do sol e um guarda-chuva da chuva, no que respeita ao budismo a Chhatra representa a proteção do sofrimento e das forças negativas. Sugere ainda a proteção do calor, como sinónimo de doença, de obstáculos e de negativismo, e o usufruto dos benefícios da frescura da sombra.
Para Buddha, representava também o poder experimentado na vida budista de desapego. No entanto, também se defende que simbolizava a riqueza e realeza, uma vez que se tratava de um elemento que só as classes mais abastadas poderiam possuir pois implicava posse de criados para o carregar. Uma outra interpretação, entende que significava o «chapéu» da Comunidade budista e o facto de todos deverem pertencer à família de Buddha.

E com a Chhatra, Tachos&Porcelanas termina os oito símbolos Budistas utilizados na decoração das porcelanas da Dinastia Ming. É, assim, tempo de se avançar para outros elementos que as caracterizavam, pois tratam-se de porcelanas com elementos decorativos carregados de significado e que merecem ser explorados e, naturalmente, partilhados.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *