O Serviço “Green Frog”

A importância da porcelana na história da Rússia é testemunhada pelos diversos serviços encomendados às mais importantes marcas da época.

Em 1773, Catarina, a Grande, deixa para a história mais um serviço de porcelana, composto por 944 peças (para 50 convidados) encomendado à empresa britânica Wedgewood, que assim se veio juntar às marcas francesas, alemãs e dinamarquesas preferidas de então. O serviço, que ficaria conhecido como «Green Frog», foi produzido em 1773-1774 em Staffordshire e enviado para Londres onde foi pintado por uma equipa de 30 trabalhadores; destinava-se ao palácio Chesemenskiy, que estava em construção, e o motivo decorativo prevalente nas peças eram paisagens britânicas (no final contabilizaram-se 1222 paisagens diferentes), tais como jardins e perspectivas arquitetónicas.

img_4733O referido palácio ficava a caminho da estância de verão de Tsarkoye Selo. Como aquela zona era, na língua finlandesa, referenciada por Kekerekeksinen (que significava o «pântano do sapo») cada peça do serviço exibia um sapo numa moldura, a título de símbolo heráldico.

Antes de ser entregue à Imperatriz, o serviço esteve em exposição em Londres, servindo propósitos divulgadores das «saudáveis» relações entre a Rússia e o Império Britânico. Na realidade, Catarina, a Grande, fez da porcelana uma assinatura para firmar alianças a qual, aliás, já servira propósitos de Friedereich II para celebrar e eternizar vitórias militares, como Tachos&Porcelanas oportunamente referirá.

Curiosidades!!!
Fonte da imagem: “Save the Wedgwood collection” em “thehistoryblog”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *