A porcelana Herend

A fábrica de porcelana «Herend», foi fundada em 1826, por Vince Stingl, na cidade de húngara de Herend e logo se tornou a fornecedora da aristocracia europeia, como por exemplo dos Habsburgo.

imageDifundida em grandes exposições nos anos que se seguiram à sua fundação, nomeadamente na «Exposição Universal de Londres» em 1851, tornou-se notada por grandes individualidades, entre as quais a Rainha Victoria. De facto, nesta exposição foi apresentado um motivo decorativo com borboletas e ramos de flores pintados em cores vivas, que entusiasmou de tal forma a Rainha Vitória que esta acabou por encomendá-lo para o Castelo de Windsor. Por essa razão, o serviço foi batizado com o nome «Victoria» e ainda hoje é produzido!

A Rainha Victoria (1819-1901), foi Rainha no Reino Unido desde 1837 até 1901 e Imperatriz da Índia, a partir de 1876. Era apelidada de «Viúva de Windsor» dado o luto isolado em que entrou depois do falecimento do marido, o Príncipe Albert, em 1861, o que incentivou o desenvolvimento do movimento republicano. Os rumores de que tinha desenvolvido uma relação amorosa com um criado escocês, John Brown, fizeram com que fosse referida, igualmente, como «Mrs. Brown».
Alguns anos antes da sua morte, a Rainha deu instruções para o seu funeral, exigindo que a cor dominante fosse o branco. Em resultado, ao falecer, foi vestida de branco e foi-lhe colocado o seu véu de casamento; levou no caixão, a seu pedido, diversos objetos pessoais de familiares e criados nomeadamente um molde de gesso da mão do Príncipe Albert e uma fotografia e uma madeixa de cabelo de John Brown.
Curiosidades!!!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *