A Sala de jantar do XVII Marquês de Cerralbo

A casa-museu Cerralbo, residência do XVII marquês de Cerralbo, D. Enrique de Aguilera (1845-1922), da sua mulher D. Inocencia Serrano y Cerver (1816-1896) e dos dois filhos do primeiro casamento desta, é um exemplo dos palacetes madrilenos do século XIX que se mantém fiel ao que seria o modo de vida da aristocracia madrilena àquele tempo.

img_0809Nesta sala que Tachos&Porcelanas hoje exibe, realizaram-se jantares de cerimónia e foram preparados sumptuosos buffets em noites de festa e baile. É de realçar o invulgar, para Espanha, tamanho da mesa que, contudo, já se tinha tornado frequente na Inglaterra nos finais do século XVIII.
Há notícias de que o modo de servir nesta sala seguia o protocolo “à francesa”, frequente em Espanha até finais do século XIX quando foi dado lugar ao protocolo “à russa”. Enquanto no primeiro dos protocolos cada comensal escolhia livremente entre os diversos pratos dispostos sobre a mesa, no segundo, os mesmos pratos eram servidos, pelos empregados, a todos os comensais pela esquerda e retirados pela direita. Os pratos de servir não assentavam sobre a mesa e repousavam nas mesas auxiliares.

Para mais informações sobre a casa-museu sugere-se consulta ao respectivo website.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *